BRASIL, Centro-Oeste, Mulher, de 26 a 35 anos

 

   

 
 

   

   


 
 
Monte de merda dentro da mesma privada



Eu gosto...

Eu gosto do pé alisando o meu embaixo do edredon em plena madrugada... O meu pé cheio de calo por causa do salto e do ballet, o dele liso e macio por causa do tênis.

Eu gosto, gosto tanto que às vezes ele me cansa. Sim, agitado, acelerado... A vida em um minuto. E, quando isso acontece, deito no peito forte e quente e apago.

Logo eu, logo eu que nunca gostei dos sarados...

Eu gosto das mãos cheias de calos passeando pelas curvas do meu corpo na madrugada, como numa montanha russa... As mãos não passam por cima da minha pele, sinto como se tivesse passeando por dentro de mim.

Logo eu, logo eu que nunca gostei de que me acordassem de madrugada...

Eu gosto quando almoçamos juntos e, olho pra frente, e vejo os olhos dele brilharem embaixo da sobrancelha ruiva.

 Logo eu, logo eu que nunca gostei dos brancos...

Gostos das juras de amor que ele me faz todos os dias, regadas à lágrimas, molhando o sorriso feliz.

Logo eu, logo eu que nunca acreditei em romance....

Gosto do cheiro de despedida pela manhã. Eu deitada no lençol branco, e ele em pé, se despedindo pra mais um dia de luta... Da porta, ele volta, pra beijar mais uma vez a aliança no meu dedo antes de sair. E, mesmo assim, em 15 minutos chega uma mensagem dizendo: "Bom dia, meu dia!"

Logo eu, logo eu que nunca gostei de despedidas...

Gosto dos bate-papos na madrugada regados a vinho, só nós dois, como se ninguém mais existisse. Como se o mundo fosse eu, ele e o vinho.

Logo eu, logo eu que sempre adorei baladação...

Gosto das pálas de riso à toa, por uma coisa besta qualquer, em que um tenta parar de rir mas na hora que olha pro outro não consegue segurar a gargalhada.

Logo eu, logo eu que nunca vi graça em piada...

Eu gosto também do calor da pele branca dele misturada com o calor da minha pele escura. Café com leite... Quente, forte...

Logo eu, logo eu que nunca concordei que os opostos se atraem...

Eu gosto do suor nos lençóis, do beijo molhado, da respiração salpicada pela metade, da boca seca, da mão forte, uma na cintura e outra na nuca, e a frase quase sussurrante: Sou louco por você!

Logo eu, logo eu que sempre tive uma queda pelos loucos...

Eu gosto da forma dele me cheirar como se eu fosse cocaína...

Como se ele fosse o viciado...

Logo ele, logo ele que sempre foi contra as drogas.

Apaixonado

 

 

E toda história de amor tem uma trilha sonora:

 

 

Bjo, bjo.

Gabi



Escrito por Gabi. às 11h50
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Auto-estima está em extinção.

Depois de uma longa sumida, apareci! Estava ausente não por falta de vontade de blogar, mas por falta de tempo mesmo. As vezes 24hs é tão pouco pra tudo que precisa ser dito, feito, ou pensado. Jack Bauer com certeza concorda comigo.rs

Se tempo é dinheiro, eu estou falida.rsBobo

Mas preciso arrumar tempo, pq fico tensa quando não escrevo. Escrever é minha melhor terapia.

Em meio tantas coisas que tenho pra escrever, bem na hora que iria escrever algo, uma amiga me manda um texto da internet com o título assim: Desvendando as Piriguetes. Achei engraçado pq nele havia uma classificação do que é ser piriguete, e dizia assim:

" É considerada piriguete toda mulher que disponibiliza facilmente seu corpo pra usufruto alheio, que gosta de chamar a atenção, se exibir, é desprovida de pudores e incapaz de sentir vergonha. As piriguetes são portadoras da capacidade de não sentir frio e também podem ser denominadas de: vadia, assanhada, biscate, piranha, cachorra, safada..."

Será que é bem isso mesmo?

Na verdade, acho que a maior característica das piriguetes é a auto-estima elevadíssima. Tão alta que ela é capaz de botar um vestido micro, com um decote enorme, e sair desfilando pela rua. Isso, senhoras e senhores, não é pra qualquer um! As piriguetes acham que estão com tudo em cima. E que estão podendo vestir esse tipo de roupa.

Algumas delas estão mesmo podendo, com um corpaço! Arrancando olhares de desejo por parte dos homens e como também olhares cortantes como ráio laser de mulheres consumidas pela inveja. Inveja essa por não terem o corpo que ela tem, segundo por não ter a coragem de se vestir como ela se veste, terceiro por a "piriguete" ser dona dos olhares de todos os homens, e ela não.

A verdade é que ninguém passa horas numa academia, se enche de suplemento, faz dieta dia e noite se privando de comer coisas deliciosas, ou vive se dopando de remédio pra emagrecer, pra colocar uma burca e sair na rua, não é mesmo?

Eu sou mulher, gosto de homens. Mas acho lindo uma mulher que se cuida, magra, malhada, saudável, com vestido mega decotado e uma sáia curta. Pecado esconder tudo aquilo!

Beyoncé, Britney Spears, Lady Gaga, Rihana, Cristina Aguilera, etc... São verdadeiras piriguetes né? Todas de corpão, roupa curta, etc. Mas ninguém acha o fim. Pq? Ah, tá! Pq ela é rica e famosa e gente famosa pode. Parece que piriguete é um termo que não vale para todos, e sim pra uma determinada classe social.

Na verdade acho que moda vem de dentro. É o que eu sinto por dentro e coloco pra fora através das roupas. Mulheres com auto-estima baixa, ou que tenta passar um ar de boa moça que na verdade não é, ou que acham que estão mal fisicamente, são justamente as que andam tapadas dos pés à cabeça.

Outras que se enquadram na palavra piriguete, não estão tão em fisicamente assim. Algumas estão meio gordinhas, celulites, flacidez, pneus. E quem disse que ela liga? Nada as impede de sairem de vestidos colados ou roupas curtas. É uma forma delas dizerem: Você tá se incomodando com os pneus? Pq eu não estou.

Tudo bem, todo mundo tem um lugar na passarela. O show não foi feito só para Gisele!

Outro detalhe altamente notável é que toda "piriguete" sabe dos olhares de reprovação que vai receber. Dos sussurros, dos péssimos nomes que será chamada quando chegar em algum lugar. Mas ela dá a cara a tapa!!! É consciente do que ela é, e a opinião dos outros pouco importa.... O que os outros pensam é problema deles!

E não é todo mundo que tem cabeça pra enfrentar a sociedade dessa forma.

A piriguete não tá nem aí! Ela é muuuito mais ela!

A piriguete passa e se ouve sussurros: "Eu não tenho coragem de colocar uma roupa dessa!"

E a piriguete pensa: "SE eu tivesse esse seu corpo também não teria!"Muito feliz

E mais sussurros: "Mesmo se eu tivesse esse corpo dela, eu não usaria!"

Aham.... Tá bom, viu! Troféu joinha pra vc:Jóia

Cada um acredita no quer, não é mesmo?

A verdade é que auto-estima ofende as pessoas. As pessoas se sentem extremamente ofendidas quando passa uma mulher com boa auto-estima, piora se ela for bonita mesmo. E piora muito! Jà que não se pode bater nela, pq não é crime ser bonita! É mais fácil criticar: PIRIGUETE! HUNF!

Agora se uma mulher bonita com auto-estima boa, ofende. Imaginem uma mulher feia com auto-estima boa! OPHENDE muito mais, com PH mesmo. Que foi o caso da Geyse Arruda.

Falo isso da auto-estima de verdade, não das pessoas que tentam mostrar uma auto-estima que no fundo não tem.

É fato que todo mundo pode se sentir bem do jeito que está independente dos padrões de moda ou beleza estabelecidos.

Pq ofende tanto? O que as pessoas tem a ver com a auto-estima alheia?

Num mundo altamente competitivo, que a doença do século é a depressão, onde pessoas se sentem um lixo por serem altamente cobradas, pelas cobranças tanto profissionais como de padrão de beleza de inteligência, etc, estão cada vez mais elevados. Auto-estima virou coisa rara.

Num mundo onde vc é o que vc tem. Auto-estima está em extinção.

E gostar de si mesmo atrái o sexo oposto. Do mesmo jeito que o inverso afasta.

Eu conheço mulheres lindas, bem sucedidas, inteligentes, que sabem conversar e se comportar que não arrumam ninguém ou só arrumam cara que não presta. Ou pior, o cara até prestava com as outras mas com ela foi um tremendo filho da puta.

É a auto-estima baixa delas que faz com que os homens se afastem, ou a tratem de forma que não deveriam. O cara passa a achar ela, exatamente como ela se vê: não tão linda, não tão especial, não tão boa.

Do mesmo jeito que a gente encontra na rua homens lindos, trabalhadores, esforçados, educados com mulheres feias, gordas, chatas, preguiçosas, sem futuro algum na vida. E a gente pensa: Como assim? Meu marido mesmo passou por uma situação assim, e nem ele sabe explicar o porque. Mas eu sei. Do mesmo jeito que mulher com auto-estima baixa atrái homens ruins, homem com auto-estima baixa também atrái mulheres assim.

Sim. No fim é a auto-estima quem manda!

Ou seja, as piriguetes com auto-estima que se jogam em cima dos homens, ou ela atrái eles?

Claro que existe sim mulheres que se jogam em cima dos homens, mas não é necessariamente aquela bonitona de roupa curta.

Mulher “honesta” é a que anda totalmente vestida, certo? ERRADO! É a que vai a igreja e não a balada, certo? ERRADO! Mulher que anda totalmente vestida não trái, certo? ERRADO! Mulher da perna fina, ou gorda, em geral são sinceras, trabalhadoras, não são interesseiras, e não traem, certo? ERRADO!

Sinto muito, mas se fosse assim, seria muito fácil, meninos!

 

Mas sinto muito lhe informar meninos, que mulher feia trái sim! Vc acha que só pq ela é feia ela não vai conseguir te trair? Vai sim. Homem pega tbm mulher feia. Escondido, mas pega!rs

 

O que é mais uma desvantagem pras bonitas. Pq homem que pega uma mulher muito bonita sái contando pra todo mundo. Então a casa cair é fácil depois que o boato rola. Mas o homem que pega mulher feia, pega escondido e não conta pra ninguém, e ela passa despercebida.

 E a vantagem de ser feia é essa, que todo homem acha que não vai levar chifre da feia,  e isso torna mais fácil ela trair pq pode passar despercebida. E, como ninguém tá olhando, toma chifre!Diabólico

Já as bonitas, sabe que todo mundo chama ela de puta, pq ela é bonita. E que muita gente dá em cima dela, e que tá todo mundo de olho pq já torcem pra que ela seja mesmo a vadia que todo mundo diz, então ela não faz nada. Não faz nada pq tá todo mundo de olho, não faz nada pq é tanto homem em cima que nem tem graça, não faz nada pq quer provar pro mundo que ela é bonita e não puta, e que beleza não se confunde com safadeza.

Sinto uma certa inveja vindo da parte de quem chama alguém de piriguete. Mas é fato que ninguém tem inveja do feio, fraco ou pobre.

Na verdade a palavra piriguete vem do termo perigo: Perigo que estas mulheres oferecem às outras.

Bjo, bjo

Gabi

 



Escrito por Gabi. às 12h11
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]





[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]